Maus Hábitos traz comédia para a mesa, novos concertos, exposições e improvisos

Julho: Maus Hábitos traz comédia para a mesa, novos concertos, exposições e improvisos com Ana Deus
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Durante o mês de Julho, a cultura no Maus Hábitos continua a ser servida à mesa, acolhendo uma nova rubrica de stand-up

Ricardo Couto, humorista residente na Rádio Nova Era e presença assídua no circuito de comédia nacional, é o anfitrião destas novas noites de Comédia à Mesa, que acontecerão na sala de espectáculos, às sextas-feiras, a partir das 20h30. Para além de apresentar o seu set, o comediante trará para cada sessão valores emergentes do meio, prometendo dar a conhecer novas caras de uma atividade em expansão no país. Vítor Sá, Fábio Pascoal, Rafael Jesus, Joana Santos e Pedro Mata são os nomes dos convidados para os dias 3, 10, 17, 24 e 31 de Julho, respectivamente. A entrada custa 10€, inclui um menu snack e pode ser adquirida na Loja Online do Maus Hábitos.

No que diz respeito à música, o ciclo de concertos intimistas Sons à Mesa arranca já no dia 2 de Julho com a actuação de Julius Gabriel, a que segue MarinhoJoana GuerraCarolMeta. Tal como nas noites de comédia, os bilhetes custam 10€ com direito a um menu snack. Aos sábados, as tardes continuam a ser feitas de DJsets na esplanada, com entrada livre. Desta feita, com Phephz, Simone, Peter Castro e BENT.

Já a rubrica Palavra à Mesa continua a ser guiada por Ana Deus. Todas as terças, a artista entrega a voz em sessões de experimentação que vão além da leitura, cruzando palavra, imagem e som, num registo performativo, de improvisação e de interação com o público. 

No âmbito da programação artística da Saco Azul, a associação cultural do Maus Hábitos, destaque para a arte contemporânea, através da exposição “Outros Portos – Outros Olhares”, com curadoria de Clara Brito & Gu Zhenqing, que estará em exibição na sala de exposições de 9 de Julho a 30 de Agosto. Traçando uma ponte entre Portugal, Macau/China, a exposição congrega 25 obras fotográficas de cinco artistas mulheres, Xing Danwen, Margarida Gouveia, Mina Ao, Peng Yun e O Zhang –, pretendendo encenar uma narrativa visual em torno do debate sobre o lugar da mulher como sujeito político e, de uma forma mais geral, na gramática dos feminismos contemporâneos

De 2 a 29 de Julho, o tríptico da Mupi Gallery do Maus Hábitos acolhe também uma nova exposição: “… que eu também não adoeça de Brasil!”, do artista transdisciplinar Mãe Paulo, uma espécie de colagem elaborada a partir de imagens e textos de autorias aleatórias encontrados em redes sociais, que abordam momentos tenebrosos da recente história do Brasil. Fora de portas, fica patente até o dia 25 de Julho pelas ruas da cidade do Porto a exposição “Poético ou Político?” com curadoria de João Baeta e a participação de 24 artistas portugueses, para qual está previsto o lançamento de uma aplicação móvel que permite localizar as obras e aceder a informação sobre a proposta curatorial e artistas participantes. 

Paralelamente à abertura da exposição de Mãe Paulo, decorre ainda a 1 de Julho a primeira sessão do mês de Cinema à Mesa, em parceria com Shortcutz Porto, que apresenta o documentário “Menino 23: Infâncias Perdidas no Brasil”, do realizador Belisário Franca. Durante todas as quartas, as noites de cinema continuam, assim, em parceria tanto com o Porto Shortcutz, como com o Porto Femme, estando previstas duas sessões de programação paralela à exposição “Outros Portos – Outros Olhares”,  sob os temas “Oriente em Cena” (8 de Julho) e “Cinema Macaense no Feminino” (22 de Julho).

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Blog

Últimas novidades no Porto

ponte-d-luis-webook