Maia reforça recolha de resíduos prioritários

Face à conjuntura atual, e de forma a garantir a proteção da Saúde Pública, a Maiambiente vai reforçar a recolha de resíduos prioritários e reduzir ou suspender serviços não essenciais
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

As medidas, que afetam a recolha de resíduos e a limpeza pública do Município da Maia, são de carácter excecional e entram em vigor às 00h00, do dia 23 de março, e por tempo indeterminado.

Ao nível da recolha porta-a-porta, será reforçada a recolha de resíduos indiferenciados, nas habitações uni e bi-familiares, que passará a ser feita duas vezes por semana. Para saber os dias de recolha, os munícipes devem consultar o seu calendário de recolha de resíduos e atender à seguinte reorganização: se a recolha se realizava à 2.ª feira ou à 5ª feira, passa a ser realizada à 2.ª feira e à 5ª feira, se a recolha se realizava à 3ª feira ou à 6ª feira, passa a ser realizada à 3.ª feira e à 6ª feira, se a recolha se realizava à 4.ª feira, passa, também, a ser realizada à 3.ª feira e à 6ª feira.

A recolha de resíduos valorizáveis – papel/cartão, embalagens metálicas e plásticas e embalagens de vidro também irá sofrer ajustes. A recolha seletiva porta-a-porta de papel/cartão, embalagens metálicas e plásticas passa a ser quinzenal, em semanas alternadas, e sempre à 4.ª feira, sendo que se inicia, no dia 25 de março, com a recolha de embalagens metálicas e plásticas. O Vidro continuará a ser recolhido na semana prevista no calendário de resíduos, mas a recolha passa a ser realizada aos sábados.

Nesta fase de contingência, será suspensa a recolha porta-a-porta de resíduos orgânicos, em todas as tipologias de clientes, bem como de serviços não essenciais – objetos volumosos, resíduos elétricos e eletrónicos e resíduos de jardim. Será ainda suspenso o serviço especial de recolha seletiva porta-a-porta em sacos, nos comércios. A recolha porta-a-porta nos compartimentos das habitações coletivas irá manter-se no modelo vigente.

Os cinco ecocentros existentes no concelho da Maia continuarão em funcionamentomas com horário ajustado. Passarão a funcionar todos, de 2.ª feira a sábado, das 9h às 12h e das 14 às 18h, e irão encerrar todos, aos domingos e às 4.ª feiras. Será ainda limitado o acesso a quatro utilizadores, em simultâneo.

Ao nível da limpeza pública serão reforçados os serviços de higienização de contentores no espaço público e de lavagem de arruamentos e de paragens de transportes públicos. Serão ainda reorganizados os serviços de varredura manual.

De forma a dar resposta a situações que possam surgir, irá ser reforçada a capacidade de atendimento telefónico, através da linha 800 20 26 39.A propagação do vírus é um problema global e as medidas adotadas pela Maiambiente pretendem dar uma resposta que garanta não só a salvaguarda dos seus colaboradores, mas como de todos os munícipes, pelo que pede a melhor compreensão.

As medidas, de carácter excecional, estão definidas no Plano de Contingência da empresa de recolha de resíduos da Maia e entram em vigor às 00h00, do dia 23 de março, e por tempo indeterminado.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Blog

Últimas novidades no Porto

Escritórios com um aumento de 38% no volume de ocupação no Porto

Beethoven e os seus seguidores levam a música sinfónica ao Coliseu Porto Ageas

Reciclagem é o tema do próximo Dominguinhos Online

Uber Eats passa a estar disponível 24h por dia no centro do Porto

90% da área florestal em Gondomar será vigiada por cinco câmaras

O World of Wine está quase a abrir em Gaia

Os eventos a não perder no Porto neste fim-de-semana!

Restaurante Barão Fladgate apresenta a nova carta de verão

O Burguês Fidalgo estreia-se na próxima semana no Teatro Carlos Alberto

Loja da Salsa no Porto tem tecnologia que desinfecta a roupa em 30 segundos

ponte-d-luis-webook