Manoel de Oliveira é o homenageado deste mês no Art Spot

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Cem anos do Mestre capturados no mês da Criatividade Artística

Dia 21 de março assinala-se, em toda a Europa, o Dia Europeu da Criatividade Artística. O homenageado do mês de março disse que “mesmo a arte a que um artista é vocacionado, e sobre a qual e para a qual vive, está sempre aquém do seu desejo”, numa entrevista sobre o seu legado de mais de cem anos de criatividade.

Manoel Oliveira, cineasta, argumentista mas, acima de tudo, criativo português é o homenageado do mês de março no Art Spot, a galeria de arte do Alameda Shop & Spot, centro comercial gerido e comercializado pela consultora imobiliária CBRE. Como forma de assinalar esta efeméride, quem passar pelo Alameda durante o mês de março, poderá ver a homenagem feita ao cineasta por artistas de diferentes países, como o Irão, Servia, Turquia, Brasil ou Portugal, através do habitual humor associado à caricatura.

Esta é a nona exposição que o shopping realiza no âmbito do PortoCartoon, uma mostra de caricaturas realizada em parceria com o Museu Nacional da Imprensa.

Este projeto surgiu no âmbito do protocolo celebrado entre as duas instituições, para a criação da galeria “Art Sport”, localizada no piso 2 do centro comercial.

Todos os meses o “Art Spot” presta homenagem a uma diferente personalidade portuguesa e pode ser visitada todos os dias, durante o horário de funcionamento do centro comercial, até dia 31 de março.

Manoel de Oliveira, ou “o Mestre”, é um verdadeiro portuense, nascido no seio de uma família burguesa do Porto, começou a interessar-se pelo cinema ainda novo, com 20 anos.

1942 é o ano que marca o verdadeiro inicio da carreira de Manoel, com o lançamento de uma das suas obras mais conhecidas, Aniki-Bobó.

O ano de 2008 ficou marcado pelo seu centésimo aniversário, o que fez de Manoel de Oliveira o mais velho realizador do mundo em atividade.

Faleceu a 2 de abril de 2015, tornando-o o único realizador que assistiu à passagem do cinema mudo para o sonoro, assim como do preto e branco para a cor.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Blog

Últimas novidades no Porto

ponte-d-luis-webook