Maia duplica serviço de recolha porta a porta de resíduos alimentares

Projeto-piloto, implementado com sucesso, representa já a recolha seletiva de 86,6 toneladas destes resíduos.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Projeto-piloto, implementado com sucesso, representa já a recolha seletiva de 86,6 toneladas destes resíduos.

Com o objetivo de continuar a promover a valorização dos resíduos alimentares com potencial de compostagem, a Maia vai arrancar com a implementação da segunda fase de recolha destes resíduos.

O projeto, realizado em articulação entre a Maiambiente, o Município da Maia e a Lipor, prevê o alargamento a mais um circuito e irá permitir duplicar a implementação, ao abranger mais 1.238 habitações uni e bifamiliares, localizadas na freguesia de Águas Santas e Pedrouços.

No total, 6.470 munícipes ficarão abrangidos por este tipo de recolha.

A primeira fase do projeto-piloto, integrado no serviço de recolha porta-a-porta (papel/cartão, embalagens e vidro), arrancou, em outubro de 2018, em 1.100 habitações uni e bifamiliares da freguesia de Águas Santas. 

Implementado com sucesso, representa já a recolha seletiva de 86,6 toneladas destes resíduos, evitando que os mesmos fossem colocados no lixo.

Tal como na primeira fase, a entrega de contentores dedicados (40 litros para a recolha e de 10 litros para uso interior) será acompanhada de uma ação de sensibilização.

A Maiambiente vai continuar a investir no alargamento da recolha de resíduos alimentares, com a implementação da recolha seletiva porta-a-porta destes resíduos, em compartimentos de habitações coletivas. Um projeto aprovado pelo POSEUR, de cerca de 1 milhão de euros, e que vai abranger, diretamente, 665 compartimentos de recolha de resíduos que servem 16 000 habitações e 35 mil habitantes.

Este serviço está também implementado, no município da Maia, em “grandes produtores” de resíduos alimentares (restaurantes, cantinas de escolas, empresas e instituições).

É de salientar que a separação dos resíduos alimentares permite o seu encaminhamento para a Central de Valorização Orgânica da Lipor, onde posteriormente são transformados em composto NUTRIMAIS.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Blog

Últimas novidades no Porto

Novo troço pedonal junto ao Rio Douro é inaugurado hoje

Já é possível fazer Porto-Lisboa (e vice-versa) por 5,29€

Barão Fladgate tem uma nova carta de verão

Escritórios com um aumento de 38% no volume de ocupação no Porto

Porto PianoFest está de volta em Agosto

Programação do Centenário “junta” três diretores artísticos do TNSJ

Há um novo cowork na Baixa do Porto

As corridas estão de volta com o “Matosinhos em Forma Running”

Uber Eats passa a estar disponível 24h por dia no centro do Porto

ponte-d-luis-webook