É a tua vez de provar as iguarias do Chef Heitor de Melo

O BROA Restaurante abriu recentemente no coração da Foz do Douro e apresenta, pelas mãos do Chef Heitor de Melo, uma verdadeira ode à Cozinha Tradicional Portuguesa.

Situada à margem do Douro, perto da Foz Velha, esta é uma Casa Portuguesa com certeza.

No BROA revive-se as boas memórias do palato por entre a típica gastronomia portuguesa de raíz, num ambiente acolhedor e descontraído, com um trato cuidado e especial para uma experiência autêntica.

“Aqui saboreia-se a verdadeira comida portuguesa tradicional, daquela que se encontra em tascas genuínas, mas servida com toda a comodidade de um restaurante, embora sem pretensões”

Quem o diz é Heitor de Melo, o Chef que desde 1989, ano em que abriu o primeiro restaurante de luxo na Ribeira do Porto – A Porta Nobre –  tem enchido de sabor não só a Invicta, mas as refeições de ilustres celebridades como o Príncipe Eduardo de Inglaterra e Simeão II da Bulgária, atores como John Malkovich e ainda políticos como Jacques Chirac, António Guterres e Mário Soares. Em 2019 volta ao seu porto de abrigo, a Foz, para fazer, tal como diz:

Em 2019 volta ao seu porto de abrigo, a Foz, para fazer, tal como diz:

“o que me dá mais gosto…comida tradicional portuguesa, como só encontramos em casa das nossas avós”.

Em Casa Portuguesa, diz o ditado – BROA e vinho sobre a mesa – mas, para deleite dos apreciadores da nossa Gastronomia, a ementa está longe de nos deixar por aqui.

O cardápio é extenso e nele podemos encontrar repastos há muito perdidos, ou não fosse este o convite da Casa. 

Nos starters – ou merendas – o Chef destaca para boas-vindas a Sopa à Portuguesa (2,50€), os Pastéis de Massa Tenra (6€) e as Línguas de Bacalhau em Piripíri (12€).

Seguem-se pratos principais como os Filetes de Polvo com Arroz do Mesmo (18€) e a Língua Estufada com Puré de Batata, Ervilhas e Cenoura (12€).

A estas iguarias juntam-se ainda o tradicional Bacalhau no Forno com Broa, Grelos e Batata Assada (16€) e as famosas Tripas à Moda do Porto (12€).

Para a cereja no topo do bolo só precisa mesmo de guardar apetite para uma última pequena aventura – as sobremesas.

Nesta categoria, a sugestão do Chef passa pela típica doçaria conventual produzida na Cozinha da Casa – o Pudim Abade de Priscos (5€) e o Leite Creme (4€), que vem ainda com a crosta estaladiça a fumegar para a mesa.

Durante a semana, ao almoço, o BROA apresenta um Menu Executivo por 9,50€ (composto por entrada ou sobremesa, prato, bebida e café) ou 11,50€ (aqui com entrada, prato, sobremesa, bebida e café).

Se visitares o Restaurante no fim de semana, terás ainda acesso a propostas fora da carta e que lhe serão verdadeiramente familiares, tais como o Cozido à Portuguesa, o Cabrito, o Arroz de Cabidela e o Bacalhau à Gomes de Sá.

O Restaurante encontra-se aberto todos os dias das 12h às 15h30 e das 20h às 23h30, exceto à 4ª feira (descanso semanal) e Domingo ao jantar, podendo desfrutar de um almoço ou jantar no espaço interior ou no terraço coberto.


A ementa do Broa:

Comentários

mood_bad
  • Ainda sem comentários
  • chat
    Adicionar comentário