Museu FC Porto celebra 15 anos do Estádio do Dragão com muita arte

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Em novembro, brilha a taça mais Super no Coração do Porto, onde regressa a “Rota do Dragão” e há fado com Mafalda Arnauth

O Museu FC Porto assinala os 15 anos do Estádio do Dragão, festejados a 16 de novembro, com um olhar muito especial para o palco das grandes emoções azuis e brancas. A visita temática “Pegada Artística” é uma oportunidade única para celebrar o Dragão num contexto desportivo e cultural, a começar pelo próprio estádio, um projeto de arquitetura premiado e concebido por Manuel Salgado, também autor do pavilhão Dragão Caixa. É neste imenso coração do Porto que se descobrem outras obras exclusivas, como a ‘Valquíria Dragão’ ou a escultura ‘Sobre Chamas’, assinadas, respetivamente, por Joana Vasconcelos e Alberto Carneiro, dois criadores de referência que integram uma lista de artistas plásticos de primeira linha com trabalhos realizados para o FC Porto, casos de Rigo 23, Gémeo Luís, Mr. Dheo e Hazul Luzah.

Com o aniversário do Estádio do Dragão também a inspirar as memórias futebolísticas do clube, há uma viagem no tempo para fazer no dia 24. Amesterdão (Holanda) é o destino e a história vai ganhar vida através da projeção do jogo da primeira mão da Supertaça da UEFA de 1987, que colocou o FC Porto campeão europeu a defrontar o Ajax, então detentor da Taça UEFA. As imagens dessa partida memorável e de um golo histórico de Rui Barros vão acentuar as boas sensações provocadas a quem visita a exposição permanente, onde se pode apreciar o troféu da Supertaça europeia. Aliás, em Portugal, só no Museu FC Porto é possível admirar essa belíssima taça, entre as sete internacionais conquistadas pelo clube.

Cheia de futebol e muito mais, a “Rota do Dragão” regressa ao Museu no dia 11. O historiador Joel Cleto é o anfitrião e condutor desta visita sempre especial ao passado azul e branco e às memórias da cidade do Porto, num percurso realizado na exposição permanente, mas sempre rico em curiosidades e factos da relação entre o FC Porto e a Invicta, a contar desde 1893. Os longos e invejáveis 125 anos portistas estão cheios de caminhos da história e, para os descobrir, o melhor é acompanhar o conhecimento e a arte comunicativa de Joel Cleto.

Quem também sabe de comunicação, mas com saudáveis doses de humor e… provocação, é a habitual dupla de apresentadores do “Dar Letra à Música”. A quarta temporada destes serões de entretenimento puro no Museu prossegue no dia 15 com o fado e as histórias de Mafalda Arnauth. Os 20 anos de carreira da artista são um excelente mote para a conversa e as canções nesta sessão.

Novembro também é um mês para viver e visitar o Museu em família. A Terra do Dragão, espaço do Serviço Educativo, recebe duas oficinas pedagógicas e divertidas: a primeira, no dia 11, é o “Magusto de Estrelas” que vai ensinar como as castanhas ajudam a ler livros; depois, no dia 18, “O Mestre Dragão” continua celebrar o aniversário do estádio. E como ainda há música (dia 4) e histórias (dia 24), este mês é mais uma festa para dragões e dragõezinhos no Museu.

No espaço nobre da memória do FC Porto, há sempre algo de novo para descobrir com o “Objeto do Mês” e, até ao 18, a exposição temporária “5” revisita na Sala Multiusos os cinco anos de vida do Museu, através de imagens e factos que também pertencem aos 125 anos do clube.

Programação Museu FC Porto – Novembro 2018
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Blog

Últimas novidades no Porto

Linha Rosa e Linha Amarela vão custar 288 milhões de euros

Feiras e mercados do Porto vão reabrir

Sócios-Embaixadores com visita gratuita no Tour FC Porto

Cultura em Expansão regressa em setembro

Os eventos a não perder no Porto neste fim-de-semana!

Continental Corrida de S. joão correu-se no mundo virtual

Semana Aberta do ISEP vai ter sessões online

Universidade do Porto distinguida pela UNESCO

Arte urbana em Matosinhos ganha destaque internacional

Vigilância das praias de Matosinhos já começou

ponte-d-luis-webook