2 meses atrás

Palacete na Foz vai acolher projeto residencial de luxo

Projeto de reabilitação do palacete Montevideu, na Foz, inclui edificação de dois blocos de apartamento para o segmento premium


O número 156 da Avenida de Montevideu, zona da Foz, Porto, está a ser reabilitado e será a nova morada de um projeto residencial de luxo. Desenvolvido a partir da reconversão de um palacete, tem também previsto construção nova, através da edificação de dois blocos de apartamentos premium, numa área total de construção de 5.545 m2, repartidos acima e abaixo do solo. A joint venture  Quantico-Albatross, principais investidorese assessores do Fundo VESTA REAL ESTATE, são responsáveis pelo projeto, tendo a comercialização do imóvel sido entregue à Predibisa, consultora imobiliária portuense.

Localizado na primeira linha de mar, este projeto é um investimento de 18 milhões de euros, que preserva um imóvel de alto valor patrimonial  e se apresenta agora como um empreendimento habitacional de luxo, perfeitamente harmonizado com a natureza. Lançado pelos investidores o convite a arquitetos de renome para explorarem o conceito, o mesmo estará fechado em breve. Nessa altura será definido o número total de apartamentos, que deverá variar entre 15 e 18,maioritariamente de grandes dimensões, tipologias T3, T4 e T5, orientados para famílias. No que diz respeito a preços, o valor por metro quadrado oscilará entre os 8 mil e os 10 mil euros, com as novas casas a terem um preço de venda a partir dos 2 milhões de euros.

O atual projeto prevê a conservação da fachada original do imóvel, mantendo o charme do estilo clássico, contudo adaptando-o a condições únicas de conforto, modernidade e tranquilidade. Todos os materiais, acabamentos, funcionalidades e paisagismo obedecem a padrões de luxo, que assentam no detalhe e na excelência, fazendo deste um projeto habitacional premium, de grande exclusividade.

Os dois novos blocos de apartamentos serão dotados de varandas e terão quatro e cinco pisos acima do solo. Por sua vez, o edifício do palacete será transformado em um ou dois apartamentos com grandes áreas, bons acessos, jardim e piscina privativos. Os espaços exteriores são também um dos pontos fortes do projeto, devido à envolvência com a natureza e destacam-se pela ampla área verde de jardim com espécies protegidas e uma vista sobre o mar.


Investimento de 18 M€ da jointventure Quantico-Albatross, responsáveis pela aquisição do palacete e do projeto de lançamento, a que se junta a Predibisa na comercialização

Um diamante


Para Carlos Vasconcellos, Presidente da Quantico, “temos em mãos um diamante que se propõe afirmar como o mais luxuoso, exclusivo e diferenciador projeto imobiliário residencial do Porto dos últimos tempos. Com uma localização extraordinária, em frente ao mar e rodeado de jardins centenários, estamos a dar os passos necessários ao nível da arquitetura, materiais e paisagismo para conseguir um produto que redefina  o conceito de luxo imobiliário em Portugal.“

Já João Nuno Magalhães, diretor-geral da Predibisa sublinha que “é um projeto verdadeiramente diferenciador, com imensa personalidade, que estamos muito orgulhosos em abraçar. Projetado num dos edifícios mais carismáticos da Foz, vai de encontro a uma vaga de transformação funcional da frente de mar e que contribuirá para renovar as linhas urbanas daquela zona prime”, refere.

Para a Predibisa, esta comercialização “é uma oportunidade de investimento única e que será sinónimo de sucesso de vendas.”

Deixe o seu comentário

Registe-se para comentar!

Precisa de estar registado para poder fazer comentários. Faça login ou registe-se gratuitamente, no webook® Porto. Se preferir, pode usar a sua rede social para fazer o login.

Anúncio