8 meses atrás

Os 6 eventos a não perder no Porto neste fim-de-semana

Mais um fim-de-semana chegou e a chuva ainda não nos largou. Ainda assim não faltam motivos para sair de casa, sem bem abrigados!

Fica com as nossas sugestões para este fim-de-semana:

TEDxPorto 2018


A principal novidade do TEDxPorto 2018 é a realização do evento em dois dias. Pois, e para além das talks do dia 14 de abril, os participantes podem frequentar workshops no dia anterior na Casa da Música.

Os workshops vão abordar matérias ligadas ao tema desta edição e os bilhetes serão disponibilizados em breve.

No segundo dia do TEDxPorto vão subir ao palco especialistas como Joah Santos (growth expert que criou o processo Purpose | Ownership | Value/Vision), Alexandra Oliveira (docente e investigadora na Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação) ou João Marçal (redator científico na Ciência Viva e coordenador da Global Portuguese Scientists).

Será que o que é natural é melhor do que o artificial? Em todas as condições e situações?

Na próxima edição do TEDxPorto pretende-se fazer compreender que o que é natural é complexo, e que algo artificial não é necessariamente mau.


O TEDxPorto está de volta

Onde: Casa da Música
Quando: sexta e sábado
Quanto: Para mais informações e inscrições clica aqui.

Festas de São Telmo


Sábado, a Confraria do Corpo Santo de Massarelos organiza um conjunto de atividades em honra do seu santo padroeiro.

A 14 de Abril o Porto recebe as Festas de São Telmo, Padroeiro da Confraria das Almas do Corpo Santo de Massarelos e dos Mareantes.

O programa arranca às 16h30 com uma procissão, com trajeto fluvial e terrestre, e a Eucaristia Solene.

Após a Eucaristia, as festas encerram no Largo do Adro da Igreja de Massarelos, com a atuação do Rancho Folclórico do Porto, enquanto é feita a tradicional distribuição de Pão de São Telmo pelos presentes.

O programa completo pode ser consultado na imagem abaixo.


Festas de S. Telmo 2018

Onde: Massarelos
Quando: sábado a partir das 16h30
Quanto: acesso livre

Helena Kendall dá concerto gratuito no District


No dia 13 de abril à noite o District recebe a cantatora Helena Kendall, participante no Festival da Canção de 2017, no espaço Tasty District para uma noite muito especial com as suas interpretações musicais.

Conhece o trabalho da artista aqui: https://goo.gl/Evj9iA.

O acesso é gratuito.


Helena Kendall dá concerto no District

Onde: District
Quando: sexta-feira a partir das 21h
Quanto: acesso livre

Fingertips na Fnac de Sta Catarina


Os Fingertips apresentam 15 anos de canções no álbum "15" Tudo começou com "All 'Bout Smoke N' Mirrors" que foi um dos maiores sucessos de 2003.

O primeiro single "Melancholic Ballad" foi o grande responsável por toda a loucura que invadiu a rádio e televisão portuguesa no ano de 2004. O tema ocupou o 1º lugar das músicas mais tocadas durante nove (9) meses e foi nomeada para dois globos de ouro nas categorias de Melhor Canção e Melhor Grupo nacional.

Com mais de 300 concertos, várias voltas ao mundo e, a edição de cinco (5) álbuns, um (1) EP e vários singles a Banda chega a 2018 cheia de histórias para contar aos seus fãs.

Vão regressar aos palcos para uma digressão onde se pode voltar a ouvir ao vivo os sucessos que marcaram uma geração, dos quais destacamos os primeiros lugares de airplay nacional como "Melancholic Ballad" - 2003, "Picture of My Own" - 2003, "Cause to Love You" - 2006 e "Do It" - 2009, "Simple Words" - 2010, "Out of Control", 2015 e "My Everyday"- 2018, entre outras.

O álbum "15" entrega ao público uma escolha de quinze canções que pintaram a identidade sonora dos Fingertips desde as suas origens.


Os Fingertips estarão na FNAC de Sta Catarina no final de tarde de sexta

Onde: Fnac de Sta Catarina
Quando: sexta-feira a partir das 18h30
Quanto: acesso livre

La Fille Mal Gardée no Coliseu


Um espectáculo apresentado pela Escola de Ballet do Porto, com a Orquestra Sinfónica de Jovens de Santa Maria da Feira, "La Fille Mal Gardée" é um bailado de reportório clássico, alegre, campestre e muito vivo, com música de Ferdinand Hérold e arranjos de John Lanchbery.

Bailado em três atos, conta a história de uma camponesa chamada Lise que está apaixonada por um trabalhador da quinta onde vivia, de seu nome Colas. No entanto, a sua mãe, a viúva Simone, deseja que a sua filha case com um rapaz rico. Para isso, Simone e Thomas pai de Alain, o pretendente rico, organizam um piquenique com o objetivo de juntarem os dois jovens. O piquenique termina com uma grande tempestade, mas todo este enredo tem um final feliz...

É uma história onde embarcam personagens como Camponesas, Ceifeiras, Galo, Galinhas, Flores Campestres, Flautistas, Passarinhos, e muitos mais. É uma história encantadora de amor, alegre e divertida!


La Fille Mal Gardée

Onde: Coliseu do Porto
Quando: domingo às 21h
Quanto: a partir de 16€

"Timão de Atenas" no Teatro Rivoli


“Timão de Atenas” é a mais implacável obra de Shakespeare sobre a misantropia e constitui quase um insulto moral à depravação humana, recusando suavizar a angústia e a amargura resultante do embate frontal que se produz no seu seio com a avareza e a ingratidão.

Na sua corrosiva visão da loucura humana, Timão de Atenas assemelha-se a Coriolano pelo desencanto na constatação da prevalência da futilidade comodenominador comum da vida. Ontem como hoje, conflitos políticos terminam em impasses ou na vitória dos oportunistas; a população e seus líderes são instáveis e medrosos; a virtude cede ao interesse.

O retrato que Shakespeare faz de nós em “Timão de Atenas” é surpreendente na sua contemporaneidade. Na acuidade da reflexão e critica da natureza política e social da humanidade, por mais globalizada e digitalmente comprimida que esteja. No sarcasmo e desanimo para com a absurdidade trágica da vida.

Neste sentido esta peça permanece sombria e desalentadora até o final, constituindo um severo retrato da vilania humana e da corrupção. A ganância humana, com a qual Timão de Atenas está tão ocupada, presta-se ao olhar contemporâneo, pela sua absoluta presença no nosso quotidiano. O que é depressivo na ganância é sua insidiosa normalidade A avareza não parece ordinariamente aterrorizadora, ela é só desagradável, ridícula e incrivelmente tenaz. Por isso, não é de estranhar que os personagens nesta peça, tal como num reality-show, são praticamente todos tipos ou abstrações sociais, despersonalizados e distantes.

Não há vilões apenas fracos e tolos.


Nuno Cardoso / Ao Cabo Teatro
Timão de Atenas
[Estreia / Coprodução]

Onde: Teatro Rivoli
Quando: sexta às 21h30 e sábado às 19h
Quanto: 7,5€
Deixe o seu comentário

Registe-se para comentar!

Precisa de estar registado para poder fazer comentários. Faça login ou registe-se gratuitamente, no webook® Porto. Se preferir, pode usar a sua rede social para fazer o login.

Anúncio