2 meses atrás

Há um novo visual no Mural da Seca do Bacalhau de Vila do Conde

Restauro do Mural da Seca do Bacalhau: "ao ódio respondemos com Amor"


A artista vilacondense Isabel Lhano, com o seu filho Luís Costa, concluiu a pintura e restauro da parte lateral do Mural de homenagem às mulheres da Seca do Bacalhau, maldosamente vandalizado pouco tempo depois da sua conclusão.

Recorde-se que este Mural de Arte Urbana, um projeto artístico promovido pela Câmara Municipal de Vila do Conde, foi concebido em agosto do ano passado.

É uma tela gigantesca, com cerca de 500m2, na rua, onde se recupera a memória da atividade da Seca do Bacalhau que se desenvolvia no século passado, em Vila do Conde.

Em primeiro plano, estão as mulheres que ali trabalhavam na salga e na secagem do bacalhau e na lateral estava retratado o rosto de uma delas que deu, agora, lugar a um coração segurado pelas mãos de uma mulher, transmitindo segundo a artista uma mensagem de “bondade contra a maldade”.


Ao meio a frase de Valter Hugo Mãe: “Este foi o mar das mulheres. Aqui se glorificaram e aqui naufragaram”.

O objetivo da arte urbana


Isabel Lhano justifica a escolha deste motivo pelo facto de “aquelas mulheres tinham o coração no mar, pois os seus homens eram na maioria pescadores”. Ao meio a frase de Valter Hugo Mãe: “Este foi o mar das mulheres. Aqui se glorificaram e aqui naufragaram”.

Se a arte urbana tem por objetivo dignificar espaços abandonados ou edifícios devolutos, dando-lhes uma nova roupagem e trazendo a arte para a rua, acresce ainda o facto de, neste caso, se registar o que durante anos neste local se praticava. Eram as mulheres vilacondenses que dedicavam anos da sua vida à seca do bacalhau que chegava da faina piscatória dos mares do norte e que aqui via o seu ciclo concluir-se.

Passa por lá e aprecie este extraordinário trabalho de arte urbana, onde mãe e filho transformaram por completo o aspeto deste edifício devoluto da antiga seca do bacalhau.

Deixe o seu comentário

Registe-se para comentar!

Precisa de estar registado para poder fazer comentários. Faça login ou registe-se gratuitamente, no webook® Porto. Se preferir, pode usar a sua rede social para fazer o login.

Anúncio