Porto é o cenário da Curta-Metragem: “Ela”

Após a temporada de “A Noite Canta”, de Jon Fosse, por vários teatros do país, a companhia A Turma apresenta a sua primeira incursão cinematográfica

“Ela – Do Discurso Amoroso”, curta-metragem escrita por Tiago Correia e realizada por Francisco Lobo, estreia-se no dia 22 de abril, às 18h00, no Cinema Trindade, no Porto.

A sessão, que contará com a presença do elenco e do realizador, está integrada no ciclo “Inéditos no Porto” promovido pelo cinema emblemático da Invicta, reaberto recentemente.

“Ela – Do Discurso Amoroso” – apresentada em primeira-mão no Festival de Cinema Luso-Brasileiro de Santa Maria da Feira – é uma declaração de amor protagonizada por Tiago Correia e Íris Toivola Cayatte.

“Começámos por fazer peças de teatro originais, cruzando este meio com a música, fotografia e vídeo. No caso de “Ela-Do Discurso Amoroso”, decidimos inverter um bocado as coisas e fazer um filme”, refere Tiago Correia.

Sinopse

A curta-metragem coloca em destaque um homem que segue uma mulher decidido a declarar-se.

Num discurso desenfreado fala sobre si, sobre ela e sobre o próprio amor. Os dois iniciam uma viagem.

Nesta ilusória suspensão temporal, é criada a imagem de uma relação que eles vivenciam e constroem até ao seu inevitável fim.

“Ela” está integrada no projeto “Do Discurso Amoroso”, promovido por Tiago Correia, cuja inspiração parte de “Fragmentos de um discurso amoroso”, de Roland Barthes.

A curta-metragem é a terceira criação deste projeto multidisciplinar que já valeu a Tiago Correia, pelo seu texto “Pela Água”, a distinção de Grande Prémio de Teatro Português 2016 da Sociedade Portuguesa de Autores.

“Ela” está integrada no projeto “Do Discurso Amoroso”, promovido por Tiago Correia, cuja inspiração parte de “Fragmentos de um discurso amoroso”, de Roland Barthes.

Seis meses de trabalho

A equipa trabalhou durante cerca de seis meses na adaptação a um argumento cinematográfico.

“No tempo de criação do filme, trabalhámos como uma espécie de residência, avançando com adaptação do texto para um formato de argumento e, simultaneamente, com a pré-produção do filme. Foi um processo partilhado com a equipa e com os atores, explorando as cenas e os locais que melhor representariam o que queríamos evidenciar no filme. O projeto não seguiu, por isso, um argumento fechado, procurando, desta forma, desenvolver uma estética própria que representasse a história”, explica Francisco Lobo.

A curta-metragem foi filmada no Porto, tendo o Cinema Trindade sido, precisamente, um dos cenários escolhidos pela equipa.

As reservas para a apresentação de “Ela – Do Discurso Amoroso” no Porto podem ser efetuadas através dos contactos producao.cinematrindade@gmail.com ou 915 695 279 / 223 162 425.

O preço dos bilhetes é de 4 euros e 3 euros (cartão Tripass).

Comentários

mood_bad
  • Ainda sem comentários
  • chat
    Adicionar comentário