2 anos atrás

Souto Moura distinguido em Itália

O arquiteto Eduardo Souto de Moura recebeu um prémio de carreira atribuído pela Academia Adrianea de Arquitetura e Arqueologia Onlus


O galardão é atribuído pelo comité do Piranesi Prix de Rome, em colaboração com a Ordem dos Arquitetos, Paisagistas e Conservadores de Roma, e o Polo de Mantova do Politécnico de Milão. O vencedor desta edição foi anunciado em novembro do ano passado.

Nascido em 1952, Eduardo Souto de Moura, vencedor do Prémio Pritzker 2011 - considerado o Prémio Nobel da arquitetura - "é um dos mais influentes e notáveis arquitetos do mundo", salientou a Academia num comunicado, quando anunciou o vencedor.

Eduardo Souto de Moura é atualmente professor no Polo Territorial de Mantova do Politécnico de Milão, onde ensina cadeiras de design de arquitetura em contextos históricos e design de arquitetura.

Assinou, entre outros projetos, o Estádio Municipal de Braga, a Casa das Histórias Paula Rego, em Cascais, e o Centro de Arte Contemporânea Graça Morais, em Bragança.

Construída entre 1988 e 1991 nos jardins da casa de Allen e distinguida com o Prémio Secil, a Casa das Artes foi projetada em 1981 pelo arquiteto Souto Moura.

O edifício constitui a primeira obra de grande notoriedade de Eduardo Souto Moura. Uma obra silenciosa e discreta, rica em referências aos mestres modernos e à tradição das formas e dos materiais locais, é quase invisível ao lado da obra de Marques da Silva (1869-1947) e constrói um dos limites do singular jardim.


Casa Manoel de Oliveira – Porto
Deixe o seu comentário

Registe-se para comentar!

Precisa de estar registado para poder fazer comentários. Faça login ou registe-se gratuitamente, no webook® Porto. Se preferir, pode usar a sua rede social para fazer o login.

Anúncio